Photobucket
Join Greenpeace 7 Step Climate CampaignFirefox 2
Sexta-feira, 1 de Julho de 2005
Num Futuro Próximo

 


...Afinal subestimei mesmo o Hernandez o meu andróide favorito, aquele que me serve o jantar pacientemente enquanto observo mais um jogo de futebol futurista. A minha ex. mulher já teria perdido a paciência (como perdeu) com tanto sinal de indiferença. Julguei que tinha sido enganado por um mero lojista chinês sedento de mais uns meros trocados quando o adquiri. Quando entrei na loja e ele me cumprimentou com um olhar terno e insuspeito de qualquer vigarice notei logo que podia confiar nele. Acordo e estamos em 2025, e neste momento tudo gira a volta do sol...Dum Sol em forma de vida. A actualidade resume-se a um sol que só ocupa duas horas do nosso precioso dia, em sinal de egoísmo puro propagamos tamanha poluição que até a mais doce das nossas estrelas nos vai ficando infiel. Cada minuto deste sol pode ser comprado com um animal bem constituido ou trocado por sementes de qualquer fruto. Mantenho a opinião que se nos voltarmos a juntar como seres humanos talvez consigamos dar a volta a este mundo surreal. Saio para a rua escorregando por um tubo enorme, acciono o dispositivo de deslocação e encho de malas e barragens a minha pequena mas capaz nave terrestre. Sinto que este é o momento exacto para viajar e para voltar a conhecer campos de relva fresca por esse mundo fora, rapidamente esta decisão de aventura me invade a alma. Hernandez o meu fiel andróide (e companheiro nesta viagem) vai averiguando que tudo na nave esta conforme os dispositivos de segurança actualmente em vigor. Inocentemente o crepúsculo invade os nossos olhos e é um momento de puro êxtase, os humanos param tudo para o observar independente do que estão a fazer. Essa realidade que actualmente vivemos transforma-nos em autênticos filhos do sol visto quando nos penitenciamo-nos perante ele. Já dentro das ilhas britânicas respiro ainda o ar puro do mar salgado, acariciado por um vento feroz capaz de fazer levantar o troféu da maior tempestade este Inverno. Mas a natureza é mesmo assim, capaz de limpar-nos qualquer lágrima de tristeza quando nos sentimos inúteis, ou trazendo-nos um olhar soalheiro quando precisamos dum calor fraterno.</font>




publicado por tonymorgadinho às 18:06
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 5 de Julho de 2005 às 16:21
F*-se o Kamarada não é para fazer comentários. Assim ele continua a colocar mais textos. Se minguém comentar até pode ser que o Tony volte a bloquiar o acesso a este alucinado.taliscas
</a>
(mailto:taliscas@tudo.pt)


De Anónimo a 5 de Julho de 2005 às 15:35
Num futuro próximo ... as drogas estarão liberalizadas ... poder-se-à comprar cocaina na loja da esquina, ou haxixe na tabacaria com a "Bola Virtual", enfim textos destes serão comuns em todos os humanos !!! ... ou não.Kamarada
</a>
(mailto:mn@nm.pt)


Comentar post

Photobucket - Video and Image Hosting